Boletim da BE

domingo, 23 de fevereiro de 2014

DIA DE SÃO VALENTIM



DIA DOS NAMORADOS




    Comemorou-se, dia 14 de fevereiro, o dia de São Valentim - o dia dos namorados.


         Na nossa escola foram realizadas atividades diversas: 

      - elaboração e exposição de frases e cartazes alusivos ao 
tema, em várias línguas (departamento de línguas em articulação com a biblioteca escolar). 

      - criação de poemas (alunos do 8ºano Português em articulação com a biblioteca escolar). 

    - convite/ incentivo à elaboração de mensagens de amor a registar nos vários  cartazes em forma de coração expostos em vários locais da escola (biblioteca escolar). 

        - "Um doce de amor" - elaboração de uma carta de amor a alguém, recebendo em troca um doce em forma de coração.(alunos do curso de animação sociocultural - ASC3 em articulação com a biblioteca escolar). 




Nota: vê abaixo as fotos e os poemas.

















POEMAS

 AMOR

Hoje vivo a minha vida
Sobrevivi à tua ausência
Que mais hei de fazer?
Só me resta ter paciência.

Ontem, quando adormeci,
Adormeci ligada a ti
Sonhei com um grande beijo
És a maior beleza que conheci.

O amor não é aquilo que queremos sentir,
Mas aquilo que sentimos sem querer
Ansiosamente, aguardo o dia...
O dia em que te possa ter de novo ao pé de mim!

Inês Pica, 8ºB


EU TENHO UM AMOR

Ele faz-me querer sorrir
Mesmo que tudo me faça chorar
Ele vai segurar-me se eu cair
E em seus braços me carregar.

O meu amor é a perfeição
Na beleza e no sorriso
Pois encontro no seu coração
A beleza de um paraíso.

Sonhando de olhos abertos
Eu sei que estou onde quero estar
Destinos cruzados e certos
Prometo para sempre te amar.

Marlene Limpo, 8ºA

MEU AMOR

Em versos rimados, beijos roubados
Cartões guardados, sonhos empoeirados
Abraços apertados, sorrisos escancarados
Mãos entrelaçadas, promessas renovadas.
Será que já te disse alguma vez que te amo sem rimar?
É mal de poeta, quero impressionar!

Marlene Limpo, 8ºA




segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

DIA da INTERNET MAIS SEGURA



 Dia
 da Internet Mais Segura

No dia 11 de fevereiro de 2014, comemora-se o dia da Internet Mais Segura. Para assinalarmos este dia, a nossa escola vai dinamizar atividades sobre as temáticas relacionadas com a Segurança na Internet.

Vamos envolver a escola! 

Esta é a oportunidade perfeita para introduzir, ou reforçar, o tema da Segurança na Internet entre alunos, professores, assistentes operacionais, encarregados de educação e pais, bem como consolidar os conceitos que, eventualmente, terão sido, ou virão a ser, abordados na sala de aula. 

Este ano, o tema aglutinador é Juntos vamos criar uma Internet melhor".

Atividades a desenvolver


·             - Exposição de informação na Biblioteca da escola;

·        - Realização de workshop, palestra e debate sobre a temática da “Segurança na Internet”, na Sala polivalente, nos seguintes horários:
-   manhã das 11:45 às 13:15
-   tarde das 14:30 às 16:00

·      - Entrevistas a alunos na entrada da escola com gravação de vídeo sobre a temática – “Juntos vamos criar uma Internet melhor”. Perguntas diversas, opiniões e hábitos na utilização da internet, etc. 




segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

AUTOR DO MÊS



NATÁLIA CORREIA



POETA* ATIVISTA
A própria recusava ser classificada como poetisa por entender que a poesia era assexuada.






Natália Correia nasceu a 13 de setembro de 1923 em Fajã de Baixo, concelho de Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, Açores, e morreu em Lisboa na madrugada de 16 de março de 1993.
Aos onze anos, deixou a ilha de Ponta Delgada e radicou-se em Lisboa, onde viria a destacar-se como uma das mais influentes figuras intelectuais da segunda metade do século XX.
Tomou posições de grande coragem, quer antes, quer depois do 25 de abril, o que lhe valeu ter sido eleita deputada à Assembleia da República.
            Fundou, juntamente com José Saramago (Prémio Nobel de Literatura, 1998), Armindo Magalhães, Manuel da Fonseca e Urbano Tavares Rodrigues em 1992, a Frente Nacional para a Defesa da Cultura (FNDC).
Autora de uma obra extensa e multifacetada, que integra a poesia, a prosa de ficção, o teatro, o ensaio, a diarística, a tradução e a organização de antologias, colaborou assiduamente na imprensa, impôs-se na televisão com o programa “Mátria”, realizou numerosas conferências e está traduzida em várias línguas.

Bibliografia ativa:
·       Grandes Aventuras de um Pequeno Herói (romance infantil), 1945;
·       Anoiteceu no Bairro (romance), 1946 ; 2004;
·       Rio de Nuvens (poesia), 1947;
·       Descobri que era Europeia: impressões duma viagem à América (viagens), 1951 ; 2002
·       Sucubina ou a Teoria do Chapéu (teatro), em colab. com Manuel de Lima, 1952
·       Poemas (poesia), 1955;
·       Dimensão Encontrada (poesia), 1957;
·       O Progresso de Édipo (poema dramático), 1957;
·       Passaporte (poesia), 1958;
·       Poesia de Arte e Realismo Poético (ensaio), 1959;
·       Comunicação (poema dramático), 1959;
·       Cântico do País Emerso (poesia), 1961;
·       A Questão Académica de 1907 (ensaio), 1962;
·       Antologia de Poesia Portuguesa Erótica e Satírica: dos cancioneiros medievais à atualidade (Antologia), 1965; 2000;
·       O Homúnculo, tragédia jocosa (teatro), 1965;
·       Mátria (Poesia), 1967;
·       A Madona (Romance), 1968; 2000;
·       O Encoberto (Teatro), 1969; 1977;
·       O Vinho e a Lira (Poesia), 1969;
·       Cantares dos Trovadores Galego-Portugueses (Antologia), 1970; 1998;
·       As Maçãs de Orestes (Poesia), 1970;
·       Trovas de D. Dinis, [Trobas d'el Rey D. Denis] (Poesia), 1970;
·       A Mosca Iluminada (Poesia), 1972;
·       O Surrealismo na Poesia Portuguesa (Antologia), 1973; 2002;
·       A Mulher, Antologia Poética (Antologia), 1973;
·       O Anjo do Ocidente à Entrada do Ferro (Poesia), 1973;
·       Uma Estátua para Herodes (Ensaio), 1974;
·       Poemas a Rebate, (poemas censurados de livros anteriores) (poesia), 1975;
·       Epístola aos Iamitas (poesia), 1976;
·       Não Percas a Rosa. Diário e algo mais (25 de abril de 1974 - 20 de Dezembro de 1975) (Diário), 1978 ; 2003;
·       O Dilúvio e a Pomba (poesia), 1979;
·       Erros Meus, Má Fortuna, Amor Ardente (teatro), 1981 ; 1991;
·       Antologia de Poesia do Período Barroco (antologia), 1982;
·       Notas para uma Introdução às Cantigas de Escárnio e de Maldizer Galego-Portuguesas (ensaio), 1982;
·       A Ilha de Sam Nunca: atlantismo e insularidade na poesia de António de Sousa (antologia), 1982;
·       A Ilha de Circe (romance), 1983; 2001;
·       A Pécora, peça escrita em 1967 (teatro), 1983 ; 1990;
·       O Armistício (poesia), 1985;
·       Onde está o Menino Jesus? (contos), 1987;
·       Somos Todos Hispanos (ensaio), 1988 ; 2003;
·       Sonetos Românticos (poesia), 1990 ; 1991;
·       As Núpcias (romance), 1992;
·       O Sol nas Noites e o Luar nos Dias (poesia completa), 1993 ; 2000;
·       Memória da Sombra, versos para esculturas de António Matos (poesia), 1993;
·       D. João e Julieta, peça escrita em 1959 (teatro), 1999;
·       A Ibericidade na Dramaturgia Portuguesa (ensaio), 2000;
·       Breve História da Mulher e Outros Escritos (antologia de textos de imprensa), 2003;
·       A Estrela de Cada Um (antologia de textos de imprensa), 2004.
Fontes:
REIS, Luciano. Personalidades Artísticas. Século XX. 1º Volume
ww.wikipedia.com