Boletim da BE

terça-feira, 17 de março de 2015

TORNEIO DE XADREZ


TORNEIO DE XADREZ
Decorreu, no dia 10, na Escola Secundária de Moura, o 2º Torneio de Xadrez, organizado pela Biblioteca Escolar e que contou para além  dos alunos e professores, com a participação especial de dois convidados: o sr. Presidente da Câmara de Moura, Dr. Santiago Macias e o sr. empresário, Dr. Rui Bebiano, num total de doze jogadores.
Nota: brevemente, publicaremos os resultados.

sábado, 14 de março de 2015

AUTOR DO MÊS

SEBASTIÃO RIBEIRO SALGADO

Foto Jornalista
Internacionalmente reconhecido, recebeu praticamente todos os principais prémios de fotografia como reconhecimento por seu trabalho…

Nasceu na vila de Conceição do Capim, Brasil, em 1944. Licenciado em Economia pela Universidade Federal do Espírito Santo (1964-1967).

Trabalhou como secretário para a Organização Internacional do Café (OIC), em Londres. Nas suas viagens de trabalho a África, fez sua primeira sessão de fotografias. Fotografar inspirou-o tanto que se tornou, em 1973, fotojornalista.

Em 1979, foi encarregado de elaborar uma foto-reportagem sobre os primeiros 100 dias de governo de Ronald Reagan.
Em 1981, Salgado documentou o atentado a tiro contra o então presidente dos EUA, Ronald Reagan no dia 30 de março, em Washington. A venda das fotos para jornais de todo o mundo permitiu-lhe financiar o seu primeiro projeto pessoal: uma viagem à África.
Em 1986, publicou o seu primeiro livro, Outras Américas, sobre os pobres na América Latina; e Sahel: O "Homem em Pânico" sobre a seca no Norte da África, resultado de um ano de colaboração com a ONG Médicos sem Fronteiras.
Entre 1986 e 1992, afirma-se como foto documentarista, exibindo um trabalho monumental intitulado "Trabalhadores rurais".
Em 1994, fundou a sua própria agência de notícias, "As Imagens da Amazónia”.
Em 2000 publica o trabalho Êxodos - Retratos de Crianças do Êxodo, aclamado internacionalmente.
Em setembro de 2000, com o apoio das Nações Unidas e da UNICEF, Sebastião Salgado montou uma exposição no Escritório das Nações Unidas em Nova Iorque, com 90 fotografias de crianças desalojadas extraídos de sua obra Retratos de Crianças do Êxodo, onde homenageou 30 milhões de pessoas desalojadas.

Ao longo dos anos, Sebastião Salgado tem colaborado com organizações humanitárias como o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, (ACNUR), a Organização Mundial da Saúde (OMS), a ONG Médicos sem Fronteiras e a Amnistia Internacional.
Em colaboração com a UNICEF, Sebastião Salgado doou os direitos de reprodução de várias fotografias suas para o Movimento Global pela Criança.

Atualmente, em parceria com a UNICEF e com a OMS, está a trabalhar numa uma campanha mundial para a erradicação da poliomielite.

segunda-feira, 9 de março de 2015

Semana da Leitura 2015




Confundindo histórias pelo 7º A

Confundindo histórias pelo 7º A
No país das travessuras

                Numa terra de doces e travessuras, onde os bois e os suricatas voavam, vivia uma freira chamada Cinderela.
            Esta vivia com a sua irmã Bela, conhecida como Bela Adormecida, pois passava os dias a dormir.Contudo, elas tinham uma irmã chamada Branca de Neve que trabalhava numa fábrica de perfumes para cães.
            Estafada, chegava a casa e mergulhava os pés em azeite como tentativa de relaxar, mas depressa percebeuque não estava a resultar.
            Certa manhã, Cinderela saiu do convento e foi passear no bosque dos douradinhos. Enquanto passeava, Cinderela, foi perseguida por um douradinho, e acabou por cair na toca de um coelho. Esta queda fê-la desmaiar. Passados alguns segundos acorda no País das Maravilhas.
            Quando acorda, Cinderela está rodeada de espelhos e chama-lhe a atenção uma porta vermelha. Atravessa a porta e encontra um cão amarelo chamado Snoopy, que a conduz até ao castelo da Rainha Açoriana. Esta diz-lhe que não há forma de regressar, no entanto, Cinderela sai do castelo e tenta encontrar uma forma de sair daquele lugar, e acaba por se deparar com uma cascata de sumo de laranja. Desesperada, bebe um pouco do sumo e adormece num sono profundo.
            Quando acorda, encontra um sapo chamado Gregório, que lhe diz saber a solução para ela sair daquele lugar. Cinderela, curiosa, pergunta-lhe como o pode fazer e Gregório sugere-lhe que para ela sair dali, tinha de quebrar a sua maldição, ou seja, tinha de o beijar. Cinderela beija-o e, para seu espanto, ele transforma-se num príncipe.
             Cinderela acorda e percebe que tudo o que se passou tinha sido fruto da sua imaginação, não passava de um sonho. Nisto, vai ter com as freiras à igreja e encontra o seu verdadeiro príncipe no altar à espera dela para casar. Casaram e viveram felizes para sempre...



Autoras: Adriana e Mariana, 7º ano, turma A

Confundindo Histórias - pelo 7º A

O Shreek e as Tartarugas Ninjas


            Há muito tempo atrás, no Reino Bué, Bué Longe, vivia num esgoto Shreek, um grande ogre com um grande poder, apesar de não o conhecer. Num belo palácio viviam 4 magníficas tartarugas: Mike, Leonardo, Raphael e Donatelo.
            As 4 Tartarugas Ninjas eram treinadas pelo seu pai Bigodes.
            Quando o Shreek estava a caminho da casa do Burro das Botas, foi assaltado e começou a lutar com o ladrão, aí descobriu o seu poder (força bruta). Nessa altura, Bigodes assistiu à luta, e com educação, Bigodes perguntou:
            - Como te chamas?
            - Shreek. Porquê?
            - Porque te vi lutar e parece que tens grandes habilidades. Queres entrar para o grupo das Tartarugas Ninjas, do qual eu sou o mestre? Ah, e também pai deles. – disse Bigodes.
            Shreek treinou durante meses e conseguiu aprender a controlar o seu poder. Quando Shreek começou a participar nas missões com as Tartarugas correram-lhes todas muito bem, acabando com alguns inimigos.
Já havia muito tempo que Sheredon andava a observá-los. Até que chegou o dia do seu ataque, raptando o pai Bigodes, numa noite de lua cheia.
            No dia seguinte, Mike precisou de resolver um assunto com o pai e foi procurá-lo ao seu quarto, mas não o encontrou, foi logo avisar os seus irmãos e  Shreek. Então, muito nervosos, foram procurá-lo à cidade, mas passadas horas não o conseguiram encontrar, então pensaram logo em Sheredon.
            Face a esta constatação, meteram todos os seus fatos de missão e o Mike disse:
            - Vamo-nos preparar para a missão P.P.B.?
            - P.P.B. o que é isso Mike? – perguntou Leo.
            - Leo, à procura do pai Bigodes! – exclamou Mike.
            - Pronto, tu é que sabes. – disse Leo.
            Já todos preparados partiram para a missão P.P.B. Quando lá chegaram Leo disse a Shreek:
            - Tu vais ficar aqui no carro, para reserva, se vires que nos demoramos muito tempo, vais ajudar-nos.
            - Porquê? – perguntou Shreek.
            - Porque nós temos medo que tu não controles a tua força e dês também cabo de nós. – afirmou Leo.
            - Pronto, está bem. – disse Shreek.
            Eles tiveram de passar por muitas coisas perigosas no covil do Sheredon, até que chegaram às câmaras. Sheredon viu-os então, capturou-os e prendeu-os, tal como tinha feito ao pai deles.
Shreek, viu que eles estavam a demorar muito tempo e foi ver se estavam bem. Quando viu que eles estavam presos, soltou a sua fúria, destruindo tudo o que estava ao seu redor, acabando também com Sheredon. Shreek salvou-os e voltaram para o palácio.
            Então, nunca mais houve problemas no Reino de Bué, Bué Longe.

                                  
                                                                                             

                                                                        Carlos Garrido, João Formigo e Tomás Cerol, 7ºA

Confundindo Histórias pelo 7º A


Pinófio e os seus amigos
            Era uma vez um menino feito de ferro chamado Pinófio. Um dia, este decidiu convidar alguns amigos para uma festa, mas cada um deveria levar um presente.
            No dia da festa, todos os convidados compareceram, muito sorridentes, à hora marcada com os seguintes presentes: os sete grandalhões levaram um molho de anéis da Preta de Neve, o príncipe Girino levou uma pedra do rio, o Gato das Luvas levou agasalhos, e o Peter Pão levou pães mágicos.
            O Pinófio ficou surpreendido ao receber aquelas prendas, pois estava à espera de ser presenteado com coisas preciosas e de valor, mas não ficou triste porque o contava era a presença dos amigos naquele dia tão especial.
            Depois do lanche, cansados de tanta brincadeira, resolveram descansar um bocadinho. Porém, quando estavam todos a dormir, a Maléfica raptou todos os convidados. O Pinófio conseguiu fugir a foi pedir ajuda a Dom Queijote de La Pança, para recuperar os seus amigos.
            Dom Queijote não sabia como ajudá-lo, mas indicou-lhe quem saberia - o Mestre Tofu. Pinófio partiu, de imediato, à sua procura e, depois de muito procurar, conseguiu encontrá-lo e este disse-lhe que a Maléfica os tinha escondido na catedral de Notre Dame. Ao saber isto, Pinófio pegou na sua espada de espuma mágica e dirigiu-se para Notre Dame.
            Quando lá chegou, teve que enfrentar o Hulk e os Dalton, até que chegou às masmorras, onde se encontrava Maléfica que tinha aprisionado todos os seus amigos. Então, ele enfrentou-a com a sua poderosa espada de espuma mágica e resgatou todos os seus amigos.
            O poder da amizade é o mais verdadeiro e poderoso que pode haver!  


Autores: Filipa Batista e Rodrigo Ninhos, 7º ano, turma A

quinta-feira, 5 de março de 2015

WORKSHOP - INTERNET SEGURA

Workshop  - Internet Segura
A pensar nos perigos que os jovens correm ao utilizar a Internet no seu quotidiano, a Biblioteca Escolar da Escola Secundária de Moura vai promover no próximo dia 10 de março (3ª feira), pelas 18:30 h, na sala Multiusos, um workshop subordinado à temática “Internet Segura”, destinado aos alunos e Encarregados de Educação.


Atualmente, os jovens começam cada vez mais cedo a navegar na Internet e nas redes sociais, sendo por isso essencial que tenham noção dos cuidados a ter como utilizadores, devido aos perigos que correm. Por seu lado, os pais deverão conhecer soluções para orientar os filhos (tempo e utilização da Internet, sites que podem visitar, ferramentas existentes…).

Assim, este workshop tem como objetivo principal sensibilizar e consciencializar os educadores para uma utilização mais segura e responsável do computador e da Internet, transmitindo-lhes alguns conhecimentos úteis e práticas que promovem a segurança e privacidade.


Público-alvo: 
  • Pais e encarregados de educação e outros educadores de crianças e adolescente.

Conteúdos:
  • Reflexão sobre segurança;
  • Noções básicas de segurança da informação;
  • Cuidados a ter com o computador;
  • A Internet;
  • Principais ameaças para crianças e adolescentes;
  • Conduta online e normas familiares;
  • Monitoração, restrições e controle familiar.
Carga horária: 90 min.

Dia e hora: 10 de março pelas 18h:30min
Local: Escola Secundária de Moura, sala multiusos.

Organização: Biblioteca escolar e Grupo de Informática da ESM

Participação:  CMM (Dep. de informática  ), PSP (Escola Segura)https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ5d4kEB9izRY5Ix4VCcT6NNdetxBju4qu2ErE2mGNeR1A1LrN0eP1aj5n1Lw
https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQ5d4kEB9izRY5Ix4VCcT6NNdetxBju4qu2ErE2mGNeR1A1LrN0eP1aj5n1Lw