segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

LIVRO DA SEMANA


Faz o que quiseres é a frase inscrita no símbolo do poder ilimitado de Fantasia. Mas o jovem Bastian só ao fim de uma longa e árdua busca descobrirá o que realmente significa esta frase.


A História Interminável é uma singular fantasia épica com todos os requisitos do género: criaturas fantásticas, paisagens exóticas, florestas sombrias, encantamentos, rituais de cavalaria, espadas e amuletos, uma imperatriz Criança e tudo aquilo que possamos imaginar, visto que fantasia é o próprio munda da imaginação.


Tudo começa quando Bastian descobre um estranho livro numa não menos estranha livraria e se sente subitamente compelido a roubar o livro como se algo de mágico o estivesse a arrasyar para uma perigosa aventura.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

LIVRO DA SEMANA


"Águas de Verão têm pouca duração, costumava dizer a velha Rosalina, quando a chuva aparecia no princípio das férias.
Era num tempo em que as férias duravam muito, e o dia chegava para tudo. Num tempo em que os meninos se vestiam como os adultos, punham brilhantina no cabelo, faziam o risco ao lado e passavam as férias nas termas, onde segundo se dizia, as águas tudo curavam - excepto o aborrecimento das crianças, transformadas em adultos à força. Mas um dia aparece o sr. Gualberto, com o seu saxofone - e nada voltou a ser o que era."

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA - 2ª FASE



A 2ª fase do Concurso Nacional de Leitura (fase distrital) irá realizar-se no dia 30 de Abril de 2011(sábado) no Cineteatro Caridade.

OBRAS SELECCIONADAS:


3º CICLO









ENSINO SECUNDÁRIO



















- Os alunos que irão participar no concurso deverão dirigir-se à biblioteca municipal para requisitarem as respectivas obras.







segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

DIA dos NAMORADOS - HiSTÓRIA de São VALENTIM


História de São Valentim




São Valentim e o Dia dos Namorados

Entre nós, o Dia dos Namorados celebra o amor, a paixão entre amantes e a partilha de sentimentos. Todos os anos, no dia 14 de Fevereiro, ocorre a azáfama da troca de chocolates, envio de postais e oferta de flores.
São Valentim é o santo, reconhecido pela Igreja Católica, que dá o nome ao Dia dos Namorados. No entanto, ninguém sabe, ao certo, a origem deste dia. Várias histórias se contam; aqui fica uma delas:

Diz a lenda, que durante o governo do imperador Cláudio II, este proibiu a realização de casamentos no seu reino, com o objectivo de formar um grande e poderoso exército. Cláudio acreditava que os jovens, se não tivessem família, alistar-se-iam com maior facilidade. No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Seu nome era Valentim e as cerimónias eram realizadas em segredo. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte.
Enquanto estava preso, muitos jovens jogavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Entre elas, estava uma jovem invisual, Asterias, filha do carcereiro, a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim. Os dois acabaram por se apaixonar e milagrosamente, a jovem recuperou a visão. O bispo chegou a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: “de seu Valentim”, expressão ainda hoje utilizada.
Valentim foi decapitado em 14 de Fevereiro de 270.

Fonte: Wikipédia

LIVRO DA SEMANA

Se de facto o amor "é um fogo que arde e não se vê", como genialmente escreveu Camões, como será possível explicar o amor a quem ainda o não sentiu por dentro de si, com aquela força indomável que lhe é própria? Difícil tarefa, sem dúvida.
Todavia, Alexandre Honrado conseguiu escrever um belo livro que vai ajudar qualquer jovem leitor a entender melhor o que sentiram e sentem todos aqueles que falam do amor mas que já o viveram ou vivem dentro de si.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

TOP LIVRO



ESCOLA SECUNDÁRIA DE MOURA
BIBLIOTECA ESCOLAR


TOP LIVRO
2010/11


(O LIVRO MAIS LIDO MÊS A MÊS)




SETEMBRO


A Pérola, John Steinbeck



OUTUBRO


O Rapaz do Pijama às Riscas, John Boyne



NOVEMBRO


O Cavaleiro da Dinamarca, Sophia B. Andresen



DEZEMBRO


Fanny Owen, Agustina Bessa Luís


JANEIRO*


Aproveitem a Vida
, António Feio


Bom Dia Camaradas,Ondjaki


Cinco Dias, Cinco Noites, Manuel Tiago


Fanny Owen, Agustina Bessa Luís


Filipa de Lencastre, A.do Carmo Reis


Graças e Desgraças da Corte de el-Rei Tadinho, Alice Vieira


Mil e tal Nomes Próprios, Ana Belo


O Sorriso das Estrelas, Nicholas Sparks


*(as oito obras foram requisitadas igual número de vezes)

FOTOS ESPECTACULARES

http://www.photojpl.com/under-the-eiffel-tower-in-360-photo/-/VYgGh9fNbR/

http://photo.photojpl.com/tour/08ballon/08ballon.html

http://photo.photojpl.com/tour/08chicoutimi/chicoutimi-cathedral.html

VISITA VIRTUAL A SAN LUIS DE LOS FRANCESES

http://photo.photojpl.com/flash/08mallet.html

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO - GUIA PRÁTICO

http://aeiou.visao.pt/guia-pratico-para-perceber-o-acordo-ortografico=f543723

FEIRA DO LIVRO USADO

GOSTAS DE LER? QUERES PARTILHAR O GOSTO PELA LEITURA?

Certamente tens em casa
livros que já leste e que
gostarias de dar a conhecer
a outros colegas as suas
histórias. Agora podes fazê-lo!

PARTICIPA na FEIRA do LIVRO USADO!
A decorrer no dia 24 de Março pelas 9h30m.

Só tens que oferecer um livro (ou mais) que já tenhas lido e entregá-lo na Biblioteca Escolar.

Contamos contigo! Não demores!

Organização: Biblioteca Escolar

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

REGULAMENTO BIBLIOPAPER


ESCOLA SECUNDÁRIA DE MOURA




BIBLIOTECA ESCOLAR


Concurso- Bibliopaper

REGULAMENTO

- As equipas são formadas por dois elementos:
1 aluno + 1 adulto ( E.E / Pais);

- O concurso realiza-se na Biblioteca Escolar;

- A tarefa a desempenhar pela equipa consiste na realização de um questionário, cujas respostas se encontram no espaço onde decorre o concurso;

- A primeira equipa a terminar o questionário com um maior número de respostas correctas é a vencedora.


PRÉMIOS:


- Haverá prémios para as três primeiras equipas;
- Haverá certificados de participação para todos.


Nota: Não há necessidade de preparação prévia para participar no concurso.

BIBLIOPAPER

ESCOLA SECUNDÁRIA DE MOURA
BIBLIOTECA ESCOLAR
CONVITE

Concurso- Bibliopaper

Convidam-se os alunos e respectivos encarregados de educação/ pais a participar no Bibliopaper, que terá lugar na Biblioteca da Escola, no dia 22 de Fevereiro, pelas 18.00h.

Para esse efeito basta proceder à inscrição no concurso em causa, preenchendo o destacável em anexo.

PARTICIPEM!

A Biblioteca Escolar é um espaço de todos, para todos!
Vamos conhecê-la melhor!

Vá até http//www.percursosdeleitura.blogspot.com e consulte o regulamento do concurso.
____________________________________________________________________



(Destacável: entregar na Biblioteca da Escola)

FICHA DE INSCRIÇÃO- BIBLIOPAPER



Equipa

Aluno: ____________________ n.º___ Turma: ____

Encarregado de Educação: ____________________

Data: ____/ ____/ ____




_____________________________________________________________________

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

LIVRO DA SEMANA



- "Achas que a mãe, agora, pode falar com os pássaros, Clara?...
- Porque é que não há-de poder? Ela não está no céu? Os pássaros não andam por lá também? Então?!
Os olhos encheram-se-me de lágrimas da mais pura alegria."



Da cumplicidade entre duas irmãs e da sua capacidade para enfrentar a mais difícil situação das suas vidas se faz este livro escrito com a mestria e a sensibilidade a que nos habituou Maria Teresa Maia Gonzalez.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

CLASSIFICAÇÃO DECIMAL UNIVERSAL - CDU

Leitores para a Vida

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

SUGESTÕES DE LEITURA














































AUTOR DO MÊS


Lídia Jorge nasceu em Boliqueime (Algarve), em 1946. Começou a escrever desde muito jovem. Licenciou-se em Filologia Românica pela Universidade de Lisboa e foi professora do ensino secundário.
É considerada hoje em dia como uma das romancistas de maior sucesso na literatura portuguesa contemporânea. É colaboradora de vários jornais e revistas e tem integrado diversos júris de prémios literários. É membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social. Os seus romances encontram-se traduzidos em diversas línguas.
Em 1970, Lídia Jorge parte para África, onde dá aulas em Angola e Moçambique. O ambiente da Guerra Colonial, que aí contactou será descrito mais tarde, através do olhar da mulher de um oficial do exército português, no romance A Costa dos Murmúrios.
Regressa a Lisboa e continuou a dar aulas, foi professora da Faculdade de Letras de Lisboa, actividade que interrompeu para desempenhar funções na Alta Autoridade para a Comunicação Social.
A sua primeira obra, O Dia do Prodígios, constrói-se como uma alegoria ao país fechado e parado que Portugal era sob o regime anterior à revolução de Abril de 74. O impacto causado por este romance foi, também ele, prodigioso. Lídia Jorge foi de imediato saudada como uma das mais importantes revelações das letras portuguesas e uma voz renovadora do seu próprio imaginário romanesco.
A tecitura narrativa dos seus dois primeiros romances mistura vários planos narrativos numa estrutura polifónica de onde se destacam personagens que adquirem uma dimensão metafórica, ou mesmo mítica. Têm sido, associados à literatura sul-americana, pela presença do fantástico.
A sua escrita reflecte a captação da oralidade, bem como uma estrutura narrativa que afirma, a par do discurso do narrador, o discurso das personagens. A cultura de tradição oral, a linguagem dos grupos arcaicos, os seus mitos e simbologias sociais, servem o objectivo de reflexão sobre a identidade cultural portuguesa.
O experimentalismo que marca, sobretudo, as suas primeiras obras começa, entretanto, a tomar um tom mais realista, nomeadamente no romance, O Jardim Sem Limites, onde à pequena aldeia de Vilamaninhos, se substitui Lisboa, a metrópole europeia onde se cruzam todas as influências e se rarefazem identidades e territórios.
Os seus romances mantêm uma grande variedade temática. Estão sobretudo ligados aos problemas colectivos do povo português e às circunstâncias históricas e mudanças da sociedade nacional após o 25 de Abril, assim como à problemática da mulher.
Os seus romances encontram-se traduzidos em diversas línguas.


Obras Publicadas:

Notícia da Cidade Silvestre (1984);
A Costa dos Murmúrios (1988);
Última Dona (1992);
O Jardim sem Limites (1995);
O Vale da Paixão (1998);
O Vento Assobiando nas Gruas (2002);
Marido e Outros Contos (1997);
Belo Adormecido (2003);
A Instrumentalina (1992);
O Conto do Nadador (1992);
Peça de teatro A Maçom (1997);
Combateremos a Sombra, (2007).